quarta-feira, 26 de outubro de 2016

Falta muito pouco

Nobre amigo torcedor alvinegro caipira, o alvinegro mais importante do planeta foi até a longínqua Votuporanga e trouxe de lá uma excelente vitória que lhe garante uma confortável vantagem para o jogo de volta na próxima sexta, no Barão.

Mais uma vez o jogo coletivo fez a diferente e o time comandando pelo astuto Cléber Gaúcho mostra a cada jogo que está pronto e maduro pra conquistar a tão sonhada vaga na série D do Campeonato Brasileiro.

Tecnicamente a partida não foi lá grande coisa. As duas equipes erraram em demasia, principalmente no 1º tempo,  e em alguns momentos a peleja se assemelhou muito aos melhores jogos do saudoso ‘desafio ao galo’ de outrora.

Mas, após a volta do intervalo o clima dentro de campo foi totalmente diferente e as equipes se lançaram ao ataque na busca pela vitória. Sorte do Nhô Quim que foi mais competente e no último suspiro conquistou uma vitória maiúscula e imponente.

Foto: VOTONEWS
Romarinho foi o autor do gol na vitória quinzista em Votuporanga 

Destacar o coletivo da equipe é ‘chover no molhado’, mas a base da equipe formada por Matheus, Rodrigo, Clayton e Romarinho vem conduzindo o grupo de jogadores ao sucesso de forma exemplar, com muita qualidade e vibração, qualidades que o torcedor cobra muito dentro de campo.


Engana-se quem acha que o confronto está decidido. Mesmo com uma boa vantagem nas mãos, o alvinegro piracicabano terá que ter cautela e entrar em campo como se fosse jogo de Copa do Mundo. A vaga na semifinal está próxima e falta muito pouco! 

quarta-feira, 21 de setembro de 2016

Novo campeonato

Matéria de 21 de Setembro de 2016 do Jornal A Tribuna Piracicabana na coluna Tribuna Futebol Clube


Nobre amigo torcedor que acompanha semanalmente o Tribuna Futebol Clube, no último segundo da última partida da primeira fase, o Nhô Quim deixou escapar a primeira colocação do seu grupo na Copa Paulista em derrota para o RB Brasil, em Campinas, pelo placar mínimo.

Preocupa? Não, mas é frustrante pela boa campanha que fez e principalmente pelas exibições de qualidade e equilíbrio do time comandando pelo competente Cléber Gaúcho, que tem o mérito de ter encontrado o padrão ideal da equipe se apresentar, seja fora ou em Piracicaba.

O único ponto que me chama a atenção e que acredito que deve ser melhorado é mais capricho nas finalizações. O alvinegro se mostrou um exímio criador  e articulador de jogadas e chances de gol, mas não com a qualidade necessária nas finalizações.

O time criou em média mais de 13 chances por partida nesta primeira fase da competição. Entretanto, o time acerta o alvo a cada cinco chances reais e agora, numa fase que se afunila com as melhores equipes, vacilar em momentos decisivos pode vir a ser determinante para uma eventual eliminação precoce.

Estarão no caminho do XV a partir de agora o Penapolense do meia e ídolo do torcedor quinzista André Cunha, o Água Santa e também o São Carlos. Grupo esse, onde o Nhô Quim tem totais condições de se classificar, na pior das hipóteses, como segunda força, apesar de acreditar que o mais  justo, se é que existe justiça no futebol, seria ser o clube a ser batido.

Foto: Assessoria XV
O técnico Cléber Gaúcho terá a missão de levar o XV as finais 

A estreia será em Diadema, no próximo sábado, às 15h, diante do Água Santa. Pontuar fora de casa já de inicio dará à equipe a motivação necessária para uma eventual e possível classificação, já que não sequencia o alvinegro terá duas partida em Piracicaba e assim, encaminhar (quem sabe) sua presença entre os oito melhores da competição. Assim, esperamos!

Rodrigo Caetano é marketeiro, jornalista, radialista e apaixonado pela peleja 

segunda-feira, 9 de maio de 2016

Clube dos Empregados da Caterpillar realiza jogo em homenagem ao Dia do Trabalhador

O Clube dos Empregados da Caterpillar (CEC) realizara no próximo dia 21 de maio, a partir das 15h30, partida amistosa em comemoração ao Dia do Trabalhador, em sua sede campestre, localizada na estrada municipal Itelpa Monte Alegre, n º 1171, Distrito Unileste. O jogo reunirá uma seleção dos melhores jogadores do campeonato interno do clube contra um combinado de ex-jogadores com passagens por grandes clubes do país, entre eles, o XV de Piracicaba.
O encerramento do evento contará com a participação da cantora Elaine Teotonio, que levará aos presentes um pouco da boa música, do samba raiz e pagode.
O presidente Moises Santiago, que está à frente do clube desde 01/Julho/2015, informa que será uma grande oportunidade de mostrar aos associados e também convidados que o CEC está buscando novas alternativas e ações, tanto na área Esportiva quanto na Cultural e Social. “É um novo momento e um novo ciclo do CEC”, complementa Moises.
Segundo o diretor social do CEC, Cassio Martins, estão em estudo algumas alterações no estatuto do clube visando proporcionar maior proximidade de possíveis novos associados que não são funcionários, mas que tenham alguma relação com funcionários da empresa e também de parceiros interessados em associar sua marca ao clube”, frisou Martins.
O jogo em homenagem ao Dia do Trabalhador conta com o apoio da agência Surpreenda e Apareça e é patrocinado pela Casa Ramos Estofados, iGUi Piscinas e Loja Futebol.com 

Foto: CEC

quinta-feira, 14 de abril de 2016

sábado, 5 de março de 2016

Titebilidade segue funcionando

Nobres amigos que acompanham semanalmente o Tribuna Futebol Clube se há alguém no futebol brasileiro que possa ser, por méritos, intitulado como um grande profissional e merecedor de suas conquistas por trabalhar incansavelmente, esse cara é o técnico Tite.

Após um 2015 onde o Corinthians sobrou no Campeonato Brasileiro, apesar de ter derrapado em competições no sistema mata-mata, o técnico teve novamente a missão de remontar a equipe para a atual temporada, após a perda dos seus principais jogadores.

Gil, Ralf, Renato Augusto, Jadson e Vágner Love. Jogadores que seriam titulares tranquilamente em qualquer equipe do Brasil e quiçá em algumas ligas do mundo afora e alguns, figurinhas carimbadas nas convocações mais recentes da seleção brasileira e mais, sendo titulares em jogos oficiais, foram as principais peças que deixaram a equipe e Tite numa situação delicada.

Foto: Uol


Mas, sem pestanejar e ao melhor estilo gaúcho de ser, o técnico, após algumas reclamações públicas, tendo a diretoria de futebol como alvo e claro, blasfemar contra o mais novo poderoso mercado chinês, arregaçou as mangas e foi ao trabalho com o que tinha e com algumas reposições que não foram à altura das saídas.

E o que aconteceu? Ao melhor estilo Tite de jogar, com uma defesa sólida, bom toque de bola, jogadas pelas laterais e uma marcação ferrolho até o último segundo de jogo, o time comandando por ele vem conseguindo encontrar os resultados positivos a qualquer custo e muitos deles na última bola, como aconteceu várias vezes neste inicio de temporada.

 “...o time comandando por ele vem conseguindo encontrar os resultados positivos a qualquer custo e muitos deles na última bola...”

Não é um futebol vistoso e muito menos de qualidade, mas enquanto o resultado estiver acontecendo a favor da equipe comandada por ele, ao torcedor pouco importa, já que para o apaixonado seguidor o importante é vencer. Fico apenas curioso pra saber o que acontecerá se os resultados não aparecerem, mas isso fica para o achismo e também para a imaginação do torcedor e principalmente, para os secadores de plantão.


Rodrigo Caetano é profissional de marketing, blogueiro, radialista e comentarista da rádio Jovem Pan News AM de Piracicaba